8.7.16

Sobre a vida

Somos outro, entre o não soprar e o novo vento
Entre o escutar e o não ouvir
Entre o fazer e o pensar
Entre o rever e o relembrar como podia ter sido
Entre o ouvir e imaginar e o cogitar como seria
A vida segue, do jeito que é
Mas não deixa de mostrar o como poderia ter sido
Afinal, o poderia, poderia ser muitos
Poderia ser daquele, ou daquele outro
Como saberemos?
Viveremos
E a vida?
Ela dará o seu jeito
Afinal, o jeito
O feito
É o como ela encontrou de ser de alguma forma
Podia ser outra
Podia ser diferente, mas não...
Foi exatamente como aconteceu
E o como podia ter sido...
Será para sempre o como podia, mas não foi...
Mas, quem sabe, de algum jeito, em algum momento, virá a ser o como devia ter sido...