30.12.15

Curta opinião sobre o Movimento da Juventude Petista

Será preciso um tempo que não dispomos ainda para um balanço que dê conta das implicações na militância petista, do 3º Congresso Nacional da Juventude do PT.
Apesar disso, o movimento da juventude petista precisa ser melhor compreendido com certa urgência.
Trata-se de uma articulação nacional que visa dirigir politicamente o conjunto da militância da juventude petista.
Não se trata de direção paralela. Tampouco de instância partidária.

26.12.15

Opiniões sobre direções e dirigentes [2]

Uma organização de juventude possui um desafio permanente: a construção de instâncias de direção, formada por jovens quadros dirigentes que conheçam profundamente a história da organização.
É um desafio porque, o acumulo da memória história não é algo simples.
É um desafio porque, a velocidade da transitoriedade da condição de juvenil por vezes não corresponde a da trajetória militante.
É um desafio porque, o risco de desacumular em um curto espaço de tempo é enorme.
Basta falhar na formação de uma geração de quadros dirigentes, para regredir muitos passos.
Basta falhar na formação de uma geração de quadros dirigentes, para que os outros jovens da organização precisem continuar por mais tempo tocando determinadas tarefas.
Basta falhar na formação de uma geração de quadros dirigentes, para que um plano de trabalho de médio e longo prazo precise ser revisto, as vezes, em sua integralidade.
A alterativa para impedir essas falhas foi encontrada por determinadas organizações de juventude através do acompanhamento das tarefas de juventude por dirigentes não jovens.
Convenhamos que se trata de uma saída que resolve o problema.

19.12.15

Opiniões sobre direções e dirigentes [1]

No ano de 2011 teve inicio a tarefa de reorganização da Juventude da AE em Pernambuco.
Os motivos que levaram a necessidade de reorganização podem ser conhecidos através dos e-mails, do plano de trabalho e dos boletins/informativos da JAE-PE publicados naquele ano.
A experiência é a principal base das reflexões deste texto. 
A diferenciação necessária entre o militante que ocupa um espaço de direção e o militante dirigente.
Tem sido cada vez mais comum a denominação de dirigente ao militante que ocupa espaço de direção ou que dirige determinada ação.