23.5.12

Fico preocupado...

Admitir que a cidade do Recife nao acompanhou o mesmo ritmo do resto do estado, e' admitir que houveram bons avanços em Pernambuco sob a gestão do PSB e que o PT foi incapaz de fazer o mesmo com a cidade. Tudo bem, essa e' uma opinião de quem concorda com o projeto desenvolvimentista do PSB e esta' de acordo com a linha Eduardista de gestão. Para aqueles que, assim como eu, discordam do programa desenvolvimentista conservador do PSB, as gestões petistas no Recife sob a administração do ex-prefeito João Paulo realmente nao seguiram essa linha e nao acompanhou esse ritmo. Seja pelo fato da gestão petista ter iniciado antes da gestão Eduardista, seja pelo fato da clara distancia que separam os programas dos dois partidos ( que só nao enxerga quem nao quer). Agora me deixa surpreso, todos os dias pela manha ser surpreendido com analises políticas de militantes ditos de esquerda que se escoram nas palavras da mídia conservadora pernambucana para atacar o PT. Quem tem o mínimo de socialismo na cabeça, nao se deixa servir de instrumento da direita. Tudo bem que esse, talvez, seja um dos preços a se pagar por ser apenas militante virtual, mas até isso tem limite. Os caminhos percorridos por esta esquerda recifense fora do PT ou sao demasiadamente tortuosos e contraditórios para serem compreendidos, ou sao caminhos que levam a direita na estrada da política, nao sendo possível enxerga-los quando se esta' do outro lado. Este esforço sobre-humano de querer parecer mais de esquerda do que todo mundo, esta' tendo o efeito contrario. Mas a reincidência diária demonstra que há consciência disso e esse pode ser mesmo o seu objetivo. Fico preocupado... Uma saudação fraterna e respeitosa aos amigos do P-SOL nesta quarta-feira nublada.

22.5.12

Poeminha de noite triste

De que serviria que o mundo continuasse girando, E que as pessoas continuassem amando, Se este amor, nao pudesse ser vivido? Talvez seja exatamente por isso que o mundo, Ele nao para de girar. Talvez seja exatamente por isso que as pessoas, Elas nao pararam de amar, Para que o amor seja vivido, sentido e transcendido! No dia e no momento em que todas as pessoas se permitam amar.

17.5.12

De volta!

Faz exatamente um ano e dois dias da minha última postagem. Daquela vez, quem escreveu aqui foi um militante estudantil, que estava sem estudar. Hoje, escreve um frequentador de salas de aula, que não mais milita naquele movimento. Sinal sintomático de que o tempo passa, e é implacável. Sem dúvidas, teria muito o que escrever caso fosse tratar de tudo o que aconteceu desde que parei de postar. Mas não farei isso. Pretendo retomar a vida ativa deste querido Blog, mas com outra cara: A minha, atual!