24.10.08

O país está perdido.

O país perdeu a inteligência e a consciência moral.
Os costumes estão dissolvidos, as consciências em debandada.
Os carácteres corrompidos.
A prática da vida tem por única direcção a conveniência.
Não há princípio que não seja desmentido.
Não há instituição que não seja escarnecida.
Ninguém se respeita.
Não há nenhuma solidariedade entre os cidadãos.
Ninguém crê na honestidade dos homens públicos.
Alguns agiotas felizes exploram.
A classe média abate-se progressivamente na imbecilidade e na inércia.
O povo está na miséria.
Os serviços públicos são abandonados a uma rotina dormente.
O Estado é considerado na sua acção fiscal como um ladrão e tratado como um inimigo.
A certeza deste rebaixamento invadiu todas as consciências.
Diz-se por toda a parte, o país está perdido.

Eça de Queirós
Lisboa, 1871

Esse texto trata de Portugal.

21.10.08

A espera de uma desgraça

É sensacional o que a Mídia Grande consegue fazer com as desgraças.
Menino João Hélio
Menia Isabela
Crise Mundial
Adolescente Eloá... este foi o último e trágico acontecimento transformado em filme americano pelos grandes meios de (des)informação do Brasil.
Em todos os canais. A desgraça. Por dias e dias que se seguem. É apenas o que se pode ver quando algum acontecimeto trágico ocorre no centro-sul do país.
E o mais incrível: tem gente que dá atenção. Mais atenção ao fato de uma menina ter sido jogada da janela pelos pais, e ficar vendo isso por mais de quinze dias, o tempo todo, 24 h por dia, do que ao fato do prefeito que vai assumir sua cidade ser um completo fantoche dos oligarcas do município.
Será que se a Grande Mídia colocasse isso durante quize dias, em todos os canais, 24 h... se daria mais atenção. Atenção aos idósos desrrespeitados nos ônibus. As crianças de rua sem assistência e entregues a marginalidade. As escolas sem merenda. A miséria do salário dos professores. Aos postos de saúde sem médicos e remédios. Será?
Mas ela não faz isso.
Não faz, porque... é mais fácil noticiar desgraça e dizer que a culpa é do PT, do que denunciar as mazelas daqueles que financiam seus projetos e anunciam nos seus intervalos.
E quando tudo está indo... menos mau. Ficam lá... na espera de uma desgraça.......

PS: Dizem que Eva, lá no jardim, era do PT. Por isso comeu a fruta.
PS2: Mas a fruta era do DEMo.

Abraço.

Bezerra desmamada

Parece que algumas atitudes tomadas durante as eleições em Petrolina, repertiram de forma bem ruim para alguns figurões da política na cidade.
A falta de apoio ao candidato Gonzaga Patriota-PSB, derrotado nas eleições municipais pelo Sr. Júlio Lóssio-PMDB, da coligação PMDB-PSDB-DEM (ex-PFL), foi o estopim dentro do Partido Socialista do governador Eduardo Campos.
Patriota teve que disputar uma eleição sob um clima de instabilidade partidária. O que se via nas ruas, era um apoio maior dos partidos da base aliada, do que o próprio partido do candidato. Isso se expressou bem, nos adesivos e Outdoors que espalhavam mensagens como “Odacy eu queria votar em você”. Odacy Amorim, atual prefeito, que assumiu após a saída de Fernando Bezerra Coelho para uma secretaria do governo do estado, disputou a convenção interna do partido mas perdeu para Patriota, que tem a simpatia da maioria dos filiados no partido.
Em algumas declarações Patriota diz que foi traído pelos seus “companheiros” de partido em Petrolina. O que não deixa de ser verdade.
Durante a história política do Deputado, ele e o secretário FBC se enfrentaram como ferrenhos inimigos políticos. Um “acaso” do destino, os colocou no mesmo partido. Que neste momento é o do Governador do Estado. Patriota está nele a mais de 15 anos. FBC ainda está verde no partido, entrou recentemente, após largar o PPS.
Atitudes como não aparecer nos palanques, não estar presente nos guias, não convocar a militância foram fatores decisivos para o acontecido no último fim de semana, noticiado pelo reporter Machado Freire e também no Blog do Magno Martíns, que é a saída do secretário e provavelmente dos seus seguidores do PSB.
Algo esperado por muitos desde o período eleitoral, por mim inclusive, por não conseguir enxegar nenhuma coerência política na situação. Pelo contrário. A permanencia dos dois no mesmo partido era uma agressão à história politica petrolinense, que somente colaborava para o aumento da descrença popular na democrácia, nos políticos, nos partidos e no sistema político brasileiro.
Demorou.
Mas finalmente, na minha opinião, a esquerda poderá se sentir um pouco mais confortável na sua casa, por poder confiar mais naqueles que a compõem. Sentimento que andava meio perdido nos últimos três anos em Petrolina.
Resta saber, após o PSB tomar a sua atitude, quem acolherá o secretário e seus correligionarios.
Sinceramente, espero que nenhum da verdadeira esquerda.

Abraço.

20.10.08

Já vai tarde

Do BLOG do Magno Martins
http://www.blogdomagno.com.br/

PSB é de Patriota. Só resta a Fernando o PMDB de Lóssio

Machado Freire

Especial para o blog

O deputado Gonzaga Patriota, no que pese ter perdido a eleição para prefeito de Petrolina, ficou mais forte do ponto de vista político-partidário no Partido Socialista Brasileiro (PSB). Ele é hegemônico no PSB na medida em qu e tem mais tempo no partido e conta também com maior número de filiados.
Já o secretário Fernando Bezerra Coelho e seu grupo vão ter que procurar espaço em outra agremiação. O grupo de Fernando e do prefeito Odacy Amorim vai ter dificuldades para buscar alento e vida orgânica em outras agremiações da base aliada dos governos estadual e federal.
O PDT, que seria uma opção, é controlado pelo vereador Sargento Quirino, inimigo histórico e declarado tanto de Odacy quanto de Fernando Bezerra. O mesmo se pode dizer em relação ao PT, cujo diretório municipal foi fundado pela então sindicalista e hoje deputada estadual Isabel Cristina que, aliás, foi a primeira vereadora do PT em Petrolina.
A vaga da parlamentar na Câmara Municipal foi reconquistada pela professora e sindicalista Cristina Costa. Restaria, apenas, o PCdoB. Só que na condição de oriundo das hostes da Arena e do PDS, Fernando Bezerra não teria nem jeito de dizer ao povo de Petrolina "eu sou comunista".
Da mesma forma ocorre com Odacy Amorim, na condição de evangélico e conservador. Como ele poderia chegar em Rajada, sua terra, e dizer que é comunista, ou que estar comunista? Gonzaga Patriota, por seu turno, já bateu o pé e disse que em nenhum momento deixará o partido onde milita há mais de quinze anos.
"Gonzaga não precisou questionar partidariamente nem juridicamente a infidelidade (partidária) do grupo de Fernando Bezerra e Odacy Amorim no último pleito, porque é hegemônico no PSB", lembra um asessor do parlamentar. Outro partido que não cabe o grupo do prefeito de Petrolina e do secretário Fernando Bezerra é o PTB. O partido é comandado no Estado pelo deputado federal Armando Monteiro Neto, fortíssimo candidato ao Senado em 2010.
Em tom de brincadeira, um "amigo figadal" de Patriota disse que o caminho certo de FBC e Odacy é o PMDB, do prefeito eleito com a ajuda de ambos, Júlio Lóssio. Ou, do contrário, criar um "PSB do Paraguai".

12.10.08

Doze de Outubro

Olá...

É o dia das crianças.
E é também o dia do aniversário de Paula Torres.
Essas duas coisas se confundem.
Porquê?
Porque estamos falando do dia que todas as crianças esperam o ano inteiro. E uma delas, de forma especial.
Paula.
Uma criança grande. Com um jeito espetacular de ser. Que pelo simples fato de existir, já deixa diversas outras, tão grandes quanto ela, maravilhadas com o que ela está se tornando.
Um grande mulher.
Inteligente.
Bonita.
Amiga.
Forte.
E que consegue, simplesmente com um sorriso, dar um dos melhores presentes que esta criança aqui já recebeu.
A ter como amiga.
Como companheira.

Espero que tenha aproveitado o dia.
Um Feliz Aniversário.
Fica bem...

Abraço.

6.10.08

Vamos esperar.

"Ninguém segura o povo quando quer fazer uma merda"

O Sr. Júlio Lossio teve mais votos, por essa razão será escrito como prefeito pelos próximos quatro anos.
É esperar.
Esperar a regularização dos moto-taxistas.
Esperar o aumento da frota de ônibus nos horários de pico.
Esperar pra utilizar os PSFs de madrugada.
Esperar os médicos no interior.
Esperar ser despachado pessoalmente pelo prefeito no Dom Malan.
Esperar os recursos e emprestimos para os Micro-Empresários.
Esperar as parcerias com a UNIVASF.
Esperar todos os empregos que irão surgir.
Esperar que ele impeça a transposição.
Esperar a cura do Câncer.
Esperar a volta de Cristo.
Esperar o mundo socialista.
Esperar a benção de Madre Teresa de Calcutá...

Vamos esperar.
E podemos rir, enquanto esperamos.
Alivia.
Afinal... ninguém segura... quando O POVO quer.

Até.