28.7.08

Sempre... não é todo dia

Acho que já escrevi algum texto com esse título a muito tempo. Mas desta vez, não vou escrever. Já tem bastante tempo que eu não escrevo nada. Não sei se vou voltar a escrever muito.. mas enfim.

É uma música do Oswaldo Montenegro. Muito boa...

Sempre não é todo dia


Eu hoje acordei tão só
Mas só do que eu merecia
Olhei pro meu espelho e há!
Gritei o que eu mais queria
Na fresta da minha janela
Raiou, vazou a luz do dia
Entrou sem me pedir licença
Querendo me servir de guia

E eu que já sabia tudo
Das rotas da astrologia
Dancei e a cabeça tonta
O meu reinado não previa
Olhei pro meu espelho e há!
Meu grito não me convencia
Princesa eu sei que sou pra sempre
Mas sempre não é todo dia

Botei o meu nariz a postos
Pro faro e pro que vicia
Senti o teu cheiro na semente
Que a manhã me oferecia

Eu hoje acordei tão só
Mais só do que eu merecia
Eu acho que será pra sempre
Mas sempre não é todo dia

Eu hoje acordei tão só
Mais só do que eu merecia
Olhei pro meu espelho e há!
Gritei o que eu mais queria
Na fresta da minha janela
Raiou, vazou a luz do dia
Entrou sem me pedir licença
Querendo me servir de guia

E eu que já sabia tudo
Das rotas da astrologia
Dancei e a cabeça tonta
O meu reinado não previa
Eu hoje acordei tão só
Mas só do que eu merecia
Eu acho que será pra sempre
Mas sempre não é todo dia

(Oswaldo Montenegro)


Legal não é?
Não é pra levar ela tão ao pé da letra, ainda mais quando lembrarem que sou eu quem a estou colocando aqui.
É isso...
Abraço.